O PENSAR, SENTIR E VIVER MADALENENSE. UM ESPAÇO DE PARTILHA E DIÁLOGO QUE MARCA PELA DIFERENÇA E QUALIDADE
Domingo, 27 de Novembro de 2011
1º DOMINGO DO ADVENTO

Tema do 1º Domingo do Advento

 

A liturgia do primeiro Domingo do Advento convida-nos a equacionar a nossa caminhada pela história à luz da certeza de que “o Senhor vem”. Apresenta também aos crentes indicações concretas acerca da forma devem viver esse tempo de espera.
A primeira leitura é um apelo dramático a Jahwéh, o Deus que é “pai” e “redentor”, no sentido de vir mais uma vez ao encontro de Israel para o libertar do pecado e para recriar um Povo de coração novo. O profeta não tem dúvidas: a essência de Deus é amor e misericórdia; essas “qualidades” de Deus são a garantia da sua intervenção salvadora em cada passo da caminhada histórica do Povo de Deus.
O Evangelho convida os discípulos a enfrentar a história com coragem, determinação e esperança, animados pela certeza de que “o Senhor vem”. Ensina, ainda, que esse tempo de espera deve ser um tempo de “vigilância” – isto é, um tempo de compromisso activo e efectivo com a construção do Reino.
A segunda leitura mostra como Deus Se faz presente na história e na vida de uma comunidade crente, através dos dons e carismas que gratuitamente derrama sobre o seu Povo. Sugere também aos crentes que se mantenham atentos e vigilantes, a fim de acolherem os dons de Deus.

 

UNIDOS PELA PALAVRA DE DEUS
PROPOSTA PARA
ESCUTAR, PARTILHAR, VIVER E ANUNCIAR A PALAVRA NAS COMUNIDADES DEHONIANAS



publicado por magdala às 17:29
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 26 de Novembro de 2011
Conselho Pastoral Diocesano

O Conselho Pastoral Diocesano reuniu de 18-20 de Novembro em Angra do Heroísmo. Apresentamos a Mensagem Final

 

O Conselho Pastoral Diocesano reuniu em Angra do Heroísmo, de 18 a 20 de Novembro de 2011, sob a presidência de D. António de Sousa Braga, num Ano Pastoral em que a nossa Igreja Local está preocupada e a trabalhar sobre a situação das famílias nos Açores, face ao estado de emergência social em que presentemente nos encontramos. O Conselho Pastoral é um órgão diocesano de co-responsabilidade, que nasce e cresce a partir das bases das comunidades cristãs, com uma ampla representação do Povo de Deus que vive nestas ilhas, com predominância laical.

O plenário debruçou-se sobre os problemas mais sentidos na convivência familiar, as carências detectadas no processo de emergência social e os grupos de risco e respostas existentes, ou falta delas. Os temas foram abordados por peritos baseados em dados e análises reflexivas sobre a situação açoriana, e amplamente aprofundados e debatidos, com os dados que cada conselheiro aportou.

Os problemas mais sentidos pelas famílias nos Açores ao nível da convivência social, de entre outros, são: a falta de diálogo, de tempo de escuta e de ligações inter-geracionais; a desestruturação da família; o abandono dos idosos; a infidelidade; a violência doméstica; o desemprego; uma deficiente gestão do rendimento disponível; a subsídio-dependência; a desresponsabilização das famílias nos processos de desenvolvimento e educação dos filhos.

Na emergência social é de salientar, de entre muitos problemas, a pobreza e a exclusão social, sobretudo quando conjugadas com o desemprego, o divórcio, o alcoolismo, o consumismo, a toxicodependência, o aborto, a promiscuidade, a pobreza envergonhada, o absentismo e o insucesso escolar.

Os principais grupos de risco identificados são: os desempregados; os adictos; os sem abrigo; os portadores de deficiências e perturbações mentais; os repatriados; os delinquentes; os idosos, doentes de baixos rendimentos; os sós; as crianças de ambientes problemáticos; os jovens com falta de horizonte e de projecto de vida; as mães adolescentes e os casais endividados.

Como Igreja podemos valorizar a comunidade cristã local, a proximidade, o conhecimento do mapa de respostas existentes em cada ilha, a sinalização dos problemas, a articulação e a parceria na rede social existente, ou a criar. A Pastoral Familiar terá de dar as mãos à Pastoral Social nos vários níveis de acção local. Deve fazer-se uma aposta na formação, à luz da Doutrina Social da Igreja, de todos os intervenientes na acção pastoral, de forma que os meios de que a Igreja dispõe sejam instrumentos coordenados e eficazes da presença e intervenção de Cristo Bom Pastor e Bom Samaritano em cada um dos nossos meios.

 

A Igreja nos Açores quer estar mais presente nas realidades terrestres das nossas famílias numa atitude de serviço ao nosso Povo a quem queremos acompanhar juntos nas alegrias e  lutas da vida, qual fermento que leveda a massa.

 

         Na solenidade de Cristo Rei e Senhor do Universo

         Angra do Heroísmo, 20 de Novembro de 2011

 

 

O Conselho Pastoral Diocesano

 


publicado por magdala às 01:06
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 17 de Novembro de 2011
OUVIDORIA DO PICO

Responsáveis dos Serviços de Apoio à Pastoral

Ano Pastoral 2011/2012

 

 

Ouvidor Eclesiástico – Pe. Marco Martinho.

Secretário de Ouvidoria – Pe. Paulo Silva.

Delegado ao Conselho Presbiteral – Pe. Paulo Silva.

Secretariado Permanente do Conselho Pastoral de Ilha – Pe. Marco Martinho, Rui Pedro Ávila, Albino Terra Garcia e Carlos Silva.

Delegado ao Conselho Pastoral Diocesano – Rui Pedro Ávila.

Auditor do Tribunal Eclesiástico – Pe. Paulo Silva.

Redactor do Tribunal Eclesiástico – Pe. João Ponte.

Educação Cristã e Laicado – Pe. Paulo Silva (moderador), Pe. André Resendes e Pe. João Ponte: Pastoral Profética – Catequese da Infância, Adolescência e Adultos; Pastoral Juvenil e Vocacional – CNE e Pré-Seminário; Pastoral Familiar – CPM, Cursos de Cristandade e Equipas de Nossa Senhora.

Pastoral Litúrgica – Pe. João António Neves: Leitores e Acólitos; Ministros Extraordinários da Comunhão; Grupos Corais; Equipas de Ornamentação; Piedade Eucarística e Mariana.

Pastoral Social – Pe. Marco Martinho.

Pastoral Escolar – Pe. Zulmiro Sarmento.

Pastoral da Saúde – Pe. João António Neves.

Pastoral Missionária – Pe. Paulo Baptista.

Pastoral da Mobilidade Humana – Pe. Paulo Areias.

Bens Culturais – Pe. Marco Martinho.

Departamento de Informática da Ouvidoria – Pe. André Resendes.

Processo de Reconstrução – Pe. Marco Martinho e Pe. Paulo Areias.

Jornal “O Dever” – Pe. Paulo Silva e Pe. João Ponte.

Centro de Preparação para o Matrimónio – Humberto e Alda Rosa.

Caritas de Ilha – Marisa Franco.

Delegado da Comissão Diocesana Justiça e Paz – Alfredo Medeiros.

Corpo Nacional de Escutas – Carlos Silva.

Movimento dos Cursos de Cristandade – Albino Terra Garcia.

Capelania da Santa Casa da Misericórdia da Madalena – Pe. Zulmiro Sarmento.

Capelania da Santa Casa da Misericórdia de São Roque – Pe. João António Neves.

Capelania da Santa Casa da Misericórdia das Lajes – Pe. Paulo Silva e Pe. João Ponte.



publicado por magdala às 05:01
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 16 de Novembro de 2011
CATEQUESE PAROQUIAL DE SÃO MATEUS

PARÓQUIA MATRIZ DE SÃO MATEUS

 

CATEQUESE PAROQUIAL

 

Calendário 2011/2012


 

Início – 02 de Outubro de 2011

Interrupção do Natal – 19 de Dezembro de 2011 a 01 de Janeiro de 2012

Início do 2º Período – 02 de Janeiro de 2012

Interrupção do Carnaval – 17 a 22 de Fevereiro de 2012

Interrupção da Páscoa – 02 a 15 de Abril de 2012

Início do 3º Período – 16 de Abril de 2012

Encerramento – 17 de Junho de 2012

 

 

Festas

 

ANO

FESTA

DATA

Todos

MENINO JESUS

08 de Janeiro de 2012

Todos

DIA DO PAI

19 de Março de 2012

Todos

DIA DA MÃE

06 de Maio de 2012

ACOLHIMENTO

02 de Outubro de 2011

AVÉ MARIA

08 de Dezembro de 2011

PAI NOSSO

13 de Maio de 2012

PRIMEIRA COMUNHÃO

29 de Abril de 2012

BÍBLIA

22 de Janeiro de 2012

CREDO

20 de Maio de 2011

BEM-AVENTURANÇAS

09 de Junho de 2012

VIDA

10 de Junho de 2012

CELEBRAÇÃO DO COMPROMISSO

16 de Junho de 2012

10º

ENVIO

17 de Junho de 2012

 

 

 

 

 



publicado por magdala às 04:53
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 15 de Novembro de 2011
CATEQUESE PAROQUIAL DA MADALENA

PARÓQUIA MATRIZ DE SANTA MARIA MADALENA

 

CATEQUESE PAROQUIAL

 

Calendário 2011/2012


 

Início – 02 de Outubro de 2011

Interrupção do Natal – 19 de Dezembro de 2011 a 01 de Janeiro de 2012

Início do 2º Período – 02 de Janeiro de 2012

Interrupção do Carnaval – 17 a 22 de Fevereiro de 2012

Interrupção da Páscoa – 02 a 15 de Abril de 2012

Início do 3º Período – 16 de Abril de 2012

Encerramento – 17 de Junho de 2012

 

 

Festas

 

ANO

FESTA

DATA

Todos

MENINO JESUS

08 de Janeiro de 2012

Todos

DIA DO PAI

19 de Março de 2012

Todos

DIA DA MÃE

06 de Maio de 2012

ACOLHIMENTO

02 de Outubro de 2011

AVÉ MARIA

08 de Dezembro de 2011

PAI NOSSO

19 de Maio de 2012

PRIMEIRA COMUNHÃO

29 de Abril de 2012

BÍBLIA

22 de Janeiro de 2012

CREDO

20 de Maio de 2011

PROFISSÃO DE FÉ

13 de Maio de 2012

BEM-AVENTURANÇAS

09 de Junho de 2012

VIDA

10 de Junho de 2012

CELEBRAÇÃO DO COMPROMISSO

16 de Junho de 2012

10º

ENVIO

17 de Junho de 2012

 

 

 

 



publicado por magdala às 04:49
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 14 de Novembro de 2011
CATEQUESE PAROQUIAL DE SÃO MATEUS

PARÓQUIA MATRIZ DE SÃO MATEUS

CATEQUESE PAROQUIAL

2011/2012

 

ANO

INSCRITOS

CATECISMO

CATEQUISTAS

HORÁRIO

7

Jesus Gosta de Mim

Conceição Macedo

Patrícia Costa

Domingo

11h00

7

Ensinai-nos a Rezar

Telma Pereira

Elisa Lopes

Domingo

11h00

2

Queremos Seguir Jesus

Conceição Bettencourt

Terça

17h00

7

Tens Palavras de Vida Eterna

Hortense Goulart

Sexta

15h30

6

 

Eu Sou o Vosso Deus

Mª Conceição Macedo

Maria Olinda Maciel

Sábado

17h00

 

 

___________

Jesus Cristo é o Senhor

 

___________________

 

__________

4

Projecto Mais

Sandra Pereira

Domingo

11h00

12

Somos Mais

Isabel Costa

Sexta

19h00

9

O Desafio de Viver

Bernice Goulart

Domingo

11h00

10º

9

A Alegria de Crer

António Pimental

Quarta

19h30

Total

63

-------------------------

12

--------------



publicado por magdala às 04:47
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 13 de Novembro de 2011
Festa de Santa Cecília

Hoje a Matriz da Madalena acolhe os músicos do concelho que homenagearão Santa Cecília, sua padroeira.

Deixamos aqui algumas notas bibliográficas desta santa dos primeiros séculos da cristandade.

 

 

Santa Cecília

 

            Cecília nasceu no princípio do século III de uma antiga e ilustre família da nobreza romana, Gens Ceccilia, famosa já no século V antes de Cristo.

 

            As notícias relativas à história desta Santa apresentam-nos Cecília como uma virgem amante de Jesus e da virtude, que assistia todos os dias às missas rezadas pelo papa Urbano nas catacumbas da Via Ápia, onde procurou o Santo Pontífice e lhe confessou como desde criança se havia consagrado a Jesus Cristo e lhe suplicou que aceitasse o seu voto de castidade. Praticava o amor a Deus e ao próximo, especialmente aos pobres, que são a imagem de Jesus. Respeitava servos e escravos, acolhia benignamente os mendigos e oferecia-lhes, juntamente com a esmola, uma palavra de conforto, para mitigar os seus sofrimentos.

 

            Sem o seu conhecimento, foi prometida em casamento por seus pais a um nobre jovem de nome Valeriano. Diz a lenda que no dia de núpcias, Cecília cantava a Deus, o hino da pureza e declarou a Valeriano, ainda pagão, como ela Lhe pertencia totalmente e que um anjo guardava a sua consagrada virgindade.

 

            Valeriano respondeu que só acreditaria se visse o anjo. Então, Cecília apresentou-o ao Papa Urbano para que o preparasse para o baptismo. Deste encontro resultou a conversão de Valeriano, que recebeu o baptismo e pôde assim ver o anjo ao lado de Cecília. O anjo segurava nas mãos duas coroas de flores simbolizando o martírio que em breve deveria glorificar Cecília e Valeriano.

 

            Tibúrcio, irmão de Valeriano, quis igualmente receber o baptismo. Pouco tempo depois, os dois irmãos, acusados de serem cristãos, foram decapitados. Cinco meses depois, Cecília era condenada à morte. Diz-se que quando foi decapitada, sua cabeça não caiu. Sobreviveu três dias, professando em silêncio a sua fé em Deus Uno e Trino, com uma das mãos apontando um dedo e a outra, três.

 

            O Papa Urbano mandou recolher o seu corpo e depositá-lo nas catacumbas de São Calisto, bem perto da cripta dos Papas, corria o ano de 225. Mais tarde, em 821, por ordem do Papa Paschal I foi transportado para a Basílica dedicada a Santa Cecília, construída sobre a antiga casa dos Cecílios, no Trastevere.

 

            O ofício da Missa desta Santa traz, como antífona, um tópico das actas do martírio da Santa, no qual se diz que, no dia do seu matrimónio, a festa prosseguia, com vinhos, danças e muita música, quando Cecília ouvindo os músicos tocarem, terá elevado o seu coração a Deus entoando baixinho estas piedosas preces: "Fazei Senhor que o meu coração permaneça imaculado e não permitais que sejam frustradas as minhas esperanças" (Sl.118,80).

 

            No texto das actas existe, porém, uma má interpretação, quando a imagem desta santa é invocada tocando um órgão. Isto sucede porque é dito: “Cantantibus” ou “canentibus organis ...” sendo mal traduzido, pois organa era um instrumento musical dos músicos que animavam as festas. Esta tradução errada, típica do século XIV, levou alguns pintores a interpretarem a frase como: “Cecília cantando com acompanhamento de órgão.”

 

            De facto, os artistas da Renascença representam Santa Cecília com um instrumento musical nas mãos.

 

            Daí, a tradição que Cecília tocasse harpa, tendo sido declarada Padroeira dos músicos, que a celebram como sua Santa protectora no dia 22 de Novembro.      

 

            A estátua de mármore branco, desta santa, virgem e mártir, tão bem amada e descrita nos livros de História da Arte é considerada como uma das maiores obras de arte da escultura barroca. Representa o corpo de uma jovem, em tamanho natural, deitada sobre o seu lado direito, com as pernas ligeiramente dobradas, como se estivesse na cama a dormir, com uma roupagem de traços inacreditavelmente suaves e com um profundo golpe no pescoço, muito real e comovedora. Esta estátua foi originalmente encomendada pelo Cardeal Paolo Sfondrato, em 1599, a um jovem escultor italiano de 23 anos, Stefano Maderno.

 

            Maderno tentou reproduzir fielmente as dimensões e a posição do corpo como foi encontrada a santa durante as escavações de restauro da igreja e quis também realçar a posição dos seus dedos: três abertos na mão direita e um esticado na mão esquerda. Segundo a tradição cristã, a santa quis indicar a sua fé na Unidade e na Trindade de Deus.

 

            Séculos de detritos, sujidade, fumos e cera de velas ofuscaram a estátua de Santa Cecília; mas, graças ao trabalho efectuado pela junta de Conservação de Arte Italiana, em 1900, foi restituída à estátua o seu antigo esplendor, tendo ficado como nova, na também restaurada Igreja de Santa Cecília, em Trastevere, Roma.

           

Fonte: SGARBOSSA, Mário e GIOVANNINI, Luigi – Um santo para cada dia, São Paulo: Paulus, 1983, 9ª ed.

 

 



publicado por magdala às 04:19
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 12 de Novembro de 2011
Festa de Santa Cecília

 

Já há vários anos que nesta Matriz da Madalena, no Domingo anterior à Solenidade de Cristo Rei, celebra-se a festa de Santa Cecília, padroeira dos músicos.

Amanhã voltarão a encher-se de música, as artérias do burgo madalenense, assim como a sua majestosa Matriz.

A santa Missa da festa será pelo meio-dia, animada pelas capelas da Zona Pastoral da Madalena e pelas três filarmónicas do concelho, sendo o ofertório solene apresentado pelos seis grupos folclóricos do concelho.

A partir das 11 horas desfilarão pela Vila as filarmónicas União e Progresso Madalense, Lira Madalense e Lira de São Mateus e os grupos folclóricos das Casas do Povo de Madalena, Criação Velha, Candelária, Bandeiras, São Mateus e São Caetano, respectivamente.

Terminada a celebração haverá um almoço de confraternização entre todos os músicos na sede da Filarmónica Lira Madalense, às Sete Cidades, ofertado pela Câmara Municipal da Madalena.



publicado por magdala às 04:30
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 11 de Novembro de 2011
Dia de São Martinho

          


São Martinho, Bispo de Tours

 

A 10 de Novembro de 2007, já lá vão quatro anos, apresentava aqui neste espaço, o meu contributo para conhecermos o grande santo que hoje a Igreja celebra e que julgo que não foi em vão…

Hoje volto a edita-lo com o intuito de continuar a esclarecer.

            A 11 de Novembro de cada ano o calendário litúrgico da Igreja regista a memória de São Martinho, Bispo de Tours.

         Desde há muito que a Festa de São Martinho tomou contornos muito populares, espalhando-se festas por todo o lado.

       Também entre nós, nesta cristã ilha montanha (ainda o será???), hoje e amanhã, muitas serão as festas em nome deste grande homem da Igreja, que além do são convívio e da partilha comensal, por vezes, muito pouco têm de cristãs.

         No entanto há uma grande confusão na cabeça de muita boa gente. Ao passar por diversas localidades da ilha, encontramos nichos com uma imagem de um santo negro que dizem ser de São Martinho, o que de facto o é, mas não a de São Martinho Bispo de Tours, que se celebra a 11 de Novembro. O São Martinho negro é São Martinho de Porres, que viveu entre 1579 e 1639. Era natural de Lima, capital do Peru, filho de Ana Velásquez, que era mulata e é celebrado a 3 de Novembro.

         Com o intuito de esclarecer esta grande confusão apresento aqui um pouco da vida, história e testemunho de São Martinho, Bispo de Tours, celebrado a 11 de Novembro.

Saibamos imita-lo na sua santidade!
       Como o são convívio é importante para todos nós, saibamos divertir-nos com moderação.

             Boas festas de São Martinho!

 

            São Martinho nasceu no ano de 316, na Sabária da Panónia (Hungria). Seu pai era oficial do Exército Romano. Aos 12 anos, contrariando a vontade dos pais, tornou-se cristão. Entretanto, o pai contrapôs-se terminantemente a essa decisão do filho, alistando-o no Exército Romano. Aconteceu, nessa época, o famoso episódio da manta de guarda imperial: ao ver um mendigo tiritando de frio, corta ao meio a sua manta e oferece-lhe uma parte. À noite sonhou e viu Jesus envolto naquele pedaço de manta, dizendo: "Martinho, ainda não baptizado, deu-me este vestuário".

            Abandonou, então, o Exército e fez-se baptizar por Santo Hilário de Poitiers. Entregou-se à vida de eremita, fundando um mosteiro em Ligugé, França, onde vivia sob a orientação de Santo Hilário. Ordenado sacerdote, foi mais tarde aclamado bispo de Tours (371). Tornou-se um grande evangelizador da França, verdadeiramente pastor, fundando mosteiros, instruindo o clero, defendendo a causa dos oprimidos e deserdados deste mundo. Morreu no ano de 397.


 

Lenda do Verão de São Martinho


            Num dia tempestuoso ia São Martinho, valoroso soldado, montado no seu cavalo, quando viu um mendigo quase nu, tremendo de frio, que lhe estendia a mão suplicante e gelada.

            S. Martinho não hesitou: parou o cavalo, poisou a sua mão carinhosamente na do pobre e, em seguida, com a espada cortou ao meio a sua capa de militar, dando metade ao mendigo.

            E, apesar de mal agasalhado e de chover torrencialmente, preparava-se para continuar o seu caminho, cheio de felicidade.

            Mas, subitamente, a tempestade desfez-se, o céu ficou límpido e um sol de Estio inundou a terra de luz e calor.

            Diz-se que Deus, para que não se apagasse da memória dos homens o acto de bondade praticado pelo Santo, todos os anos, nessa mesma época, cessa por alguns dias o tempo frio e o céu e a terra sorriem com a bênção dum sol quente e miraculoso.

 




publicado por magdala às 04:03
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 10 de Novembro de 2011
CATEQUESE PAROQUIAL DA MADALENA

PARÓQUIA MATRIZ DE SANTA MARIA MADALENA

CATEQUESE PAROQUIAL

2011/2012

 

ANO

INSCRITOS

CATECISMO

CATEQUISTAS

HORÁRIO

16

Jesus Gosta de Mim

Ildeberta Silva

Élia Medeiros

Madalena Medeiros

Sábado

17h15

10

Ensinai-nos a Rezar

Maria Regina Rosa

Maria Jesus Medeiros

Sábado

17h15

22

Queremos Seguir Jesus

Alda Terra

Maria Helena Santos

Ana Maria Marcos

Nelly Alves

Dulce Melo

Terça

17h15

Quarta

17h15

24

Tens Palavras de Vida Eterna

Isabel Costa

Regina Rosa

Elizabete Rodrigues

Marisa Rodrigues

Quinta

18h00

Sábado

17h15

22

Eu Sou o Vosso Deus

Maria Espírito Santo

Fátima Costa

Adelina Rosa

Quarta

18h00

23

Jesus Cristo é o Senhor

Maria João Teixeira

Manuela Garcia

Ana Moniz

Marla Furtado

Segunda

18h30

25

Projecto Mais

Alice Andrade

Guida Costa

Mário Teixeira

Terça

18h00

 

16

Somos Mais

Paula Garcia

Terça

18h30

21

O Desafio de Viver

Sofia Ávila

 

Sexta

18h30

10º

21

A Alegria de Crer

António Costa

Graça Costa

Madalena Garcia

Sexta

17h45

Total

200

-------------------------

29

--------------

 



publicado por magdala às 23:43
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
A partir de 20 de Março de 2009
geocontador
Julho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Arquivos

Julho 2014

Junho 2014

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Favoritos

Magdala

Hiperligações
Mapa
Globo
Países
blogs SAPO
subscrever feeds