O PENSAR, SENTIR E VIVER MADALENENSE. UM ESPAÇO DE PARTILHA E DIÁLOGO QUE MARCA PELA DIFERENÇA E QUALIDADE
Terça-feira, 30 de Novembro de 2010
ADVENTO

Eis-nos chegados ao tempo do Advento.

Com o primeiro Domingo do Advento tem início um novo ano litúrgico. A Igreja retoma o seu caminho e convida-nos a reflectir mais intensamente sobre o mistério de Cristo, mistério sempre novo que o tempo não pode esgotar. Cristo é o Alfa e o Omega, o Princípio e o Fim. Graças a Ele, a história da humanidade avança como uma peregrinação para o cumprimento do Reino, que Ele próprio inaugurou com a sua encarnação e a sua vitória sobre o pecado e a morte.

Por isso, Advento é sinónimo de esperança: não a expectativa vã de um deus desprovido de rosto, mas a confiança concreta e certa da vinda d’Aquele que já nos visitou, do «Esposo» que, com o seu sangue, selou com a humanidade um pacto de aliança eterna. É uma esperança que encoraja a estar vigilante, virtude característica deste singular tempo litúrgico. Vigilância na oração, animada por uma expectativa amorosa; vigilância no dinamismo da caridade concreta, consciente de que o Reino de Deus se aproxima, onde os homens aprendem a viver como irmãos.

Deste modo, entrar no Advento é entrar no tempo da espera inflamada pelo desejo de ir ao encontro do Senhor. A espera é esse tempo que verifica a nossa fé nesta travessia do deserto até chegarmos à terra prometida.

O Senhor vem! A tradição cristã distingue três vindas do Senhor. A primeira aconteceu em Belém quando o Verbo Divino se fez carne e habitou entre nós; comemoramos essa vinda no dia de Natal que o Advento prepara. A terceira vinda ocorrerá no fim da história quando o Senhor vier julgar os vivos e os mortos; durante o Advento, a Igreja grita: «Vem, Senhor Jesus!» manifestando o seu desejo de ver Deus instaurar o Seu reino eterno. A segunda vinda é aquela que ocorre sempre que nós acolhemos o Verbo no nosso coração «Se alguém me tem amor, há-de guardar a minha palavra; e o meu Pai o amará, e Nós viremos a ele e nele faremos morada» (Jo 14, 23); o Advento é o tempo propício para o acolhimento dessa palavra que precede a habitação de Deus em nós. Entremos em Advento!



publicado por magdala às 22:29
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 13 de Novembro de 2010
Festa de Santa Cecília

Amanhã pela Vila da Madalena ecoarão harmoniosos acordes musicais em louvor e honra de Santa Cecília, Padroeira dos músicos.

A partir das 11 horas desfilarão pelas artérias da Vila as três filarmónicas e os seis grupos folclóricos do concelho.

Ao meio-dia será celebrada Eucaristia Solene na Igreja Matriz que será animada pelos grupos musicais já referidos e pelas Capelas da Zona Pastoral da Madalena, pelo Coro Misto da Madalena e pela Tuna da Candelária, celebração esta que será transmitida em directo pela Rádio Pico.

Terminada a celebração haverá um beberete convívio entre todos os músicos ofertado pela Câmara Municipal da Madalena.



publicado por magdala às 12:26
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 12 de Novembro de 2010
Catequese Paroquial da Matriz de São Mateus

PARÓQUIA MATRIZ DE SÃO MATEUS

CATEQUESE PAROQUIAL

2010/2011

ANO

INSCRITOS

CATECISMO

CATEQUISTAS

HORÁRIO

7

Jesus Gosta de Mim

Vânia Goulart

Domingo

11H00

4

Ensinai-nos a Rezar

Conceição Bettencourt

Elisa Matos

Domingo

11H00

7

Queremos Seguir Jesus

Alice Costa

Conceição Macedo

Terça

15H00

8

Tens Palavras de Vida Eterna

Conceição Macedo

Maria Olinda Maciel

Sábado

17H00

 

___________

Eu Sou o Vosso Deus

 

___________________

 

__________

4

Jesus Cristo é o Senhor

Sandra Pereira

Domingo

11H00

12

Projecto Mais

Hortense Goulart

Sábado

18h45

9

Somos Mais

Bernice Goulart

Domingo

11H00

9

O Desafio de Viver

Isabel Costa

Quarta

18H00

10º

4

A Alegria de Crer

António Carlos Pimentel

Domingo

11H00

Total

64

-------------------------

12

--------------



publicado por magdala às 18:33
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 10 de Novembro de 2010
Ouvidoria do Pico assinalou o Dia da Igreja Diocesana

 

A Ouvidoria do Pico assinalou no passado Domingo, 7 de Novembro, o Dia da Igreja Diocesana com uma celebração eucarística na Igreja Paroquial de Nossa Senhora da Piedade, presidida pelo Ouvidor Eclesiástico do Pico, o Pe. Marco Martinho e concelebrada pelo clero da ilha.

O Dia da Igreja Diocesana é celebrado em cada ano, no Domingo seguinte ao dia 3 de Novembro, data da criação da Diocese de Angra pelo Papa Paulo III em 1534.

A Diocese de Angra é sufragânea do Patriarcado de Lisboa. Os Açores, como todas as ilhas e terras de além-mar, começaram por estar sujeitas à jurisdição da Ordem de Cristo, exercida pelo Vigário Nullius de Tomar. Ao ser criado o bispado do Funchal em 1514, passaram para a jurisdição deste. A pedido de D. João III, o Papa Clemente VII criou o bispado de S. Miguel em 1533, mas faleceu antes de expedir a bula de erecção. No ano seguinte, o Papa Paulo III erigiu o bispado de São Salvador, dando-lhe por catedral a Igreja do mesmo nome na cidade de Angra, ficando esta Sé sufragânea do Arcebispo do Funchal até 1550, data que passou para a metrópole de Lisboa.

Mas afinal o que é uma Diocese? A definição que o Directório dos Bispos de 1976 dá, é a seguinte: " A Diocese é a porção do Povo de Deus confiada a um Bispo para que a apascente com a colaboração do presbitério de maneira que unida ao seu Pastor (Bispo) e por ele congregada no Espírito Santo, pelo Evangelho e pela Eucaristia, constitua a Igreja particular na qual esteja verdadeiramente presente e operante a Igreja de Cristo Una, Santa, Católica e Apostólica".

A Diocese é a " expressão viva" desta Igreja Universal, na comunhão com as outras Igrejas locais (Dioceses), garantida pela plena assistência do Espírito Santo e pela unidade do Colégio dos Bispos presidida pelo Papa, sinal visível da Unidade de toda a Igreja de Cristo.

Na Diocese, o Bispo é o sinal da comunhão, é ele que em união ao presbitério (padres) exerce o tríplice ministério: o de ensinar, o de santificar e o de governar, segundo o Evangelho de Jesus Cristo.

Abrangendo as nove ilhas dos Açores, onde mais de 90% da população é católica, a Diocese de Angra é constituída por 164 Paróquias, conta com cerca de 150 Sacerdotes, vários Diáconos, alguns Religiosos e várias centenas de Religiosas de diversas congregações.



publicado por magdala às 13:30
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
A partir de 20 de Março de 2009
geocontador
Julho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Arquivos

Julho 2014

Junho 2014

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Favoritos

Magdala

Hiperligações
Mapa
Globo
Países
blogs SAPO
subscrever feeds